Quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Dias de Primavera em Évora

Évora

 

 

A primavera no Jardim Público em Évora

Março de 2011

Jorge Soares

tags:
publicado por Jorge Soares às 21:02
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Fevereiro de 2014

Évora - Travessa da Caraça

Évora

 

 

Évora - Travessa da Caraça

Março de 2013

Jorge Soares

tags:
publicado por Jorge Soares às 21:37
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Julho de 2013

Évora à noite

Évora à noite

 

 

Évora à noite

Março de 2012

Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 22:01
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Junho de 2013

Évora - O Templo de Diana

O templo de Diana

 

templo romano  está localizado na cidade de Évora, em Portugal; faz parte do centro histórico da cidade, o qual foi classificado como Patrimônio Mundial pela UNESCO. O templo romano encontra-se classificado como Monumento Nacional pelo IGESPAR. É um dos mais famosos marcos da cidade, e um símbolo da presença romana em território português.

 

Localizado na freguesia da Sé e São Pedro, no Largo Conde de Vila Flor, encontra-se rodeado pela Sé de Évora, pelo Tribunal da Inquisição, pela Igreja e Convento dos Lóios, pela Biblioteca Pública de Évora e pelo Museu.

 

Embora o templo romano de Évora seja frequentemente chamado de Templo de Diana, sabe-se que a associação com a deusa romana da caça se  originoude uma lenda criada no século XVII. Na realidade, o templo terá sido construído em homenagem ao imperador Augusto, que era venerado como um deus durante e após seu reinado.

 

O templo foi construído no século I d.C. na praça principal (fórum) de Évora - então chamada de Liberatias Iulia - e modificado nos séculos II e III.

 

Évora foi invadida pelos povos germânicos no século V, e terá sido nesta altura em que o templo foi destruído; hoje em dia, as suas ruínas são os únicos vestígios do fórum romano na cidade.

 

As ruínas do templo foram incorporadas numa torre do Castelo de Évora durante a Idade Média. A sua base, colunas e arquitraves continuaram incrustadas nas paredes do prédio medieval, e o templo (transformado em torre) foi usado como um açougue do século XIV até1836. Esta utilização da estrutura do templo ajudou a preservar os seus restos de uma destruição ainda maior

 

Finalmente, depois de 1871, as incoprporações medievais foram removidas, e o trabalho de restauração foi coordenado pelo arquiteto italiano Giuseppe Cinatti.

 

O templo original provavelmente era similar à Maison Carrée de Nîmes (França). O templo de Évora ainda está com sua base completa (opódio), feito de blocos de granito de formato tanto regular como irregular. O formato da base é retangular, e mede 15m x 25m x 3.5m de altura.5 O lado sul da base costumava ter uma escadaria, agora em ruínas.

 

O pórtico do templo, que não existe mais, era originalmente um hexastilo. Um total de catorze colunas de granito ainda estão de pé no lado norte (traseiro) da base; muitas das colunas ainda têm seus capitéis em estilo coríntio sustentando a arquitrave. Os capitéis e as bases das colunas são feitos de mármore branco de Estremoz, enquanto as colunas e a arquitrave são feitas de granito. Escavações recentes indicam que o templo era cercado por uma bacia hidrográfica.

 

Fonte Wikipédia

 

Fotografia de Março de 2012

Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 21:30
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 29 de Março de 2013

Évora - Palácio de Dom Manuel

Évora

 

Évora - Palácio de Dom Manuel

Alentejo, Março de 2012

Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 12:17
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Março de 2013

As ruas de Évora

Évora

 

Uma rua em Évora

Alentejo, Março de 2012

Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 12:08
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013

Capela dos Ossos - Évora

Capela dos Ossos, Évora

 

Capela dos Ossos é um dos mais conhecidos monumentos de Évora, em Portugal. Está situada na Igreja de São Francisco. Foi construída noséculo XVII por iniciativa de três monges que, dentro do espírito da altura (contra-reforma religiosa, de acordo com as normativas do Concílio de Trento), pretendeu transmitir a mensagem da transitoriedade da vida, tal como se depreende do célebre aviso à entrada: "Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos". A capela, construída no local do primitivo dormitório fradesco é formada por 3 naves de 18,70 m de comprimento e 11m de largura, entrando a luz por três pequenas frestas do lado esquerdo.

 

As suas paredes e os oito pilares estão "decorados" com ossos e caveiras ligados por cimento pardo. As abóbadas são de tijolo rebocado a branco, pintadas com motivos alegóricos à morte. É um monumento de uma arquitectura penitencial de arcarias ornamentadas com filas de caveiras, cornijas e naves brancas. Foi calculado à volta de 5000, provenientes dos cemitérios, situados em igrejas e conventos da cidade. A capela era dedicada ao Senhor dos Passos, imagem conhecida na cidade como Senhor Jesus da Casa dos Ossos, que impressiona pela expressividade com que representa o sofrimento de Cristo, na sua caminhada com a cruz até ao calvário.

 

Fonte Wikipédia

 

Évora, Março de 2013

Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 12:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Dias de Primavera em Évor...

. Évora - Travessa da Caraç...

. Évora à noite

. Évora - O Templo de Diana

. Évora - Palácio de Dom Ma...

. As ruas de Évora

. Capela dos Ossos - Évora

.tags

. 25 de abril

. açores

. alcácer do sal

. alcoutim

. aldeia do pontido

. alentejo

. algarve

. algave

. alqueva

. alter do chão

. alviães

. alvor

. arraiolos

. arte

. barragem de montargil

. barreiro

. braga

. bragança

. buçaco

. cabanas de tavira

. caldas da rainha

. caminha

. carnaval

. castanheira de pêra

. castelo

. castelo de vide

. castro marim

. coimbra

. costa da caparica

. ericeira

. estarreja

. évora

. evoramonte

. fafe

. gerês

. grândola

. guimarães

. lagoa

. lagoa de albufeira

. lavre

. lisboa

. lousã

. luso

. mértola

. minho

. monsaraz

. montargil

. montemor

. montemor o novo

. monumento

. nordeste

. óbidos

. odemira

. oliveira de azeméis

. oliveira de azemeis

. palmela

. parque das nações

. portalegre

. portimão

. porto

. porto covo

. praia da torreira

. praia de albarquel

. praia de são torpes

. praia do barril

. praia do creiro

. praia do malhão

. praia do martinhal

. praia do meco

. praia dos três irmãos

. praia grande

. praia verde

. primavera

. proença-a-nova

. quarteira

. reguengos de monsaraz

. rio sado

. sabugal

. sagres

. seia

. seixal

. serra da arrábida

. serra da estrela

. serralves

. sertã

. sesimbra

. setúbal

. sines

. sintra

. sortelha

. tavira

. tomar

. troia

. vale de cambra

. vila nova da barquinha

. vila nova de gaia

. vila nova de milfontes

. vila praia de âncora

. viseu

. zambujeira do mar

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds