Quarta-feira, 24 de Julho de 2013

Oceanário de Lisboa

Oceanário de Lisboa

 

Foi construído e inaugurado no âmbito da Expo 98, a última exposição mundial do século XX, com o tema "Os Oceanos, um Património para o Futuro".

 

Os designs conceitual, de arquitetura e de exibição são do arquiteto norte-americano Peter Chermayeff. O seu pavilhão lembra um porta-aviões e está instalado num cais rodeado de água.

 

Em abril de 2011, a inauguração de um novo edifício, o "Edifício do Mar", da autoria do arquiteto Pedro Campos Costa, marcou a conclusão do projeto de expansão do Oceanário. As novas instalações aumentaram a oferta da instituição com serviços que reforçam o papel da mesma na promoção do conhecimento dos oceanos. O novo edifício inclui uma área dedicada a exposições temporárias, uma nova área de acolhimento aos visitantes e bilheteiras, um auditório e um restaurante, o "Tejo".

 

Em 18 de Dezembro de 2009 o Oceanário atingiu 14 milhões de visitantes1 . Em 2010 foi visitado por 951.543 pessoas2 . Em 2012 havia atingido 16 milhões, constituindo-se em uma referência de cultura, lazer, entretenimento e educação no país. Em 2012, recebeu cerca de 900 mil visitantes, cerca de 320 mil portugueses e 600 mil turistas .

 

A instituição mantém parcerias com instituições e universidades em projetos de investigação científica e de conservação da natureza. Através do seu Programa de Educação desenvolve ainda, desde junho de 2005, um projeto de responsabilidade social, o "Vaivém Oceanário - Educação Ambiental em Movimento", com a missão de divulgar o Oceanário pelo país, oferecendo experiências educativas de acesso livre, organizadas a pedido dos municípios. Em fins de maio de 2012, o Vaivém visitou o 100º município, o de Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, nos Açores, em sua primeira viagem fora do território continental.

 

Características


Com uma área total de 20.000 metros quadrados, o Oceanário tem cerca de 7.500.000 litros de água divididos por mais de 30 aquários e 8000 organismos (entre animais e plantas) de 500 espécies diferentes.

 

Em seu interior, a principal atração é o aquário central, com 5.000.000 de litros, representando o Oceano Global, onde coexistem várias espécies de peixes como tubarões, barracudas, raias, atuns e pequenos peixes tropicais. Destacam-se ainda mais quatro diferentes aquários que representam, pela sua riqueza natural em termos de fauna e flora, os habitats marinhos do Atlântico Norte (costa dos Açores), do oceano Antártico, do Pacífico temperado (costas rochosas) e do Índico tropical (recife de coral). Separados do aquário central por grandes painéis de acrílico estrategicamente colocados, cria-se a ilusão de estar perante um único aquário.

 

Atualmente, a exposição permanente celebra a vida na Terra, com uma vasta coleção de seres vivos, evocando a complexa diversidade que habita o oceano global, e o papel deste na equilíbrio e evolução da vida no planeta.

 

O mascote escolhido do Oceanário de Lisboa é o boneco Vasco (com o mote: "O Vasco é boa onda!"), em referência ao navegador português Vasco da Gama.5 O "Vasco" encontra-se em dois lugares para "saudar" os visitantes: em frente à entrada principal e na baía em frente ao Oceanário (porto do rio Tejo).

 

Lisboa, Outubro de 2010

Jorge Soares

tags:
publicado por Jorge Soares às 22:10
link do post | comentar | favorito

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Praia da Torreira

. A lua cheia no Alentejo

. Nordeste - Açores

. Setúbal à noite

. Praia Grande, Porto Covo

. Detalhes da Primavera

. Arraiolos

. Fim de tarde no Seixal

. Os dias da primavera : Pa...

. Detalhes da Primavera

.tags

. 25 de abril

. açores

. alcácer do sal

. alcoutim

. aldeia do pontido

. alentejo

. algarve

. algave

. alqueva

. alter do chão

. alviães

. alvor

. arraiolos

. arte

. barragem de montargil

. barreiro

. braga

. bragança

. buçaco

. cabanas de tavira

. caldas da rainha

. caminha

. carnaval

. castanheira de pêra

. castelo

. castelo de vide

. castro marim

. coimbra

. costa da caparica

. ericeira

. estarreja

. évora

. evoramonte

. fafe

. gerês

. grândola

. guimarães

. lagoa

. lagoa de albufeira

. lavre

. lisboa

. lousã

. luso

. mértola

. minho

. monsaraz

. montargil

. montemor

. montemor o novo

. monumento

. nordeste

. óbidos

. odemira

. oliveira de azeméis

. oliveira de azemeis

. palmela

. parque das nações

. portalegre

. portimão

. porto

. porto covo

. praia da torreira

. praia de albarquel

. praia de são torpes

. praia do barril

. praia do creiro

. praia do malhão

. praia do martinhal

. praia do meco

. praia dos três irmãos

. praia grande

. praia verde

. primavera

. proença-a-nova

. quarteira

. reguengos de monsaraz

. rio sado

. sabugal

. sagres

. seia

. seixal

. serra da arrábida

. serra da estrela

. serralves

. sertã

. sesimbra

. setúbal

. sines

. sintra

. sortelha

. tavira

. tomar

. troia

. vale de cambra

. vila nova da barquinha

. vila nova de gaia

. vila nova de milfontes

. vila praia de âncora

. viseu

. zambujeira do mar

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds